Aparelhos Auditivos BH, Aparelhos Auditivos em BH, Aparelhos Auditivos em Belo Horizonte, Aparelhos Auditivos Baratos, Aparelhos Auditivos Promoção

Aparelhos Auditivos BH, Aparelhos Auditivos em BH, Aparelhos Auditivos em Belo Horizonte, Aparelhos Auditivos Baratos, Aparelhos Auditivos Promoção

Aparelhos Auditivos BH, Aparelhos Auditivos em BH, Aparelhos Auditivos em Belo Horizonte, Aparelhos Auditivos Baratos, Aparelhos Auditivos Promoção

Aparelhos Auditivos BH, Aparelhos Auditivos em BH, Aparelhos Auditivos em Belo Horizonte, Aparelhos Auditivos Baratos, Aparelhos Auditivos Promoção

Aparelhos Auditivos BH, Aparelhos Auditivos em BH, Aparelhos Auditivos em Belo Horizonte, Aparelhos Auditivos Baratos, Aparelhos Auditivos Promoção
Aparelhos Auditivos BH, Aparelhos Auditivos em BH, Aparelhos Auditivos em Belo Horizonte, Aparelhos Auditivos Baratos, Aparelhos Auditivos Promoção
Aparelhos Auditivos BH, Aparelhos Auditivos em BH, Aparelhos Auditivos em Belo Horizonte, Aparelhos Auditivos Baratos, Aparelhos Auditivos Promoção Aparelhos Auditivos BH, Aparelhos Auditivos em BH, Aparelhos Auditivos em Belo Horizonte, Aparelhos Auditivos Baratos, Aparelhos Auditivos Promoção >

Blog

8 curiosidades sobre a sua orelha

Publicado dia 15/12/2017 arquivado na categoria Blog
Gostou? Então compartilhe!

Você sabe para que servem as orelhas?

 

Pode parecer uma pergunta boba, mas elas desempenham funções em nosso corpo que nós nem imaginamos. E vão muito além de segurar os seus óculos ou da sua audição em si.

 

Fique ligado nas curiosidades que nós separamos para você conhecer ainda mais sobre a audição humana.

 

1) Quem ouve é o seu cérebro

 

O ouvido é apenas um mensageiro! Na verdade, quem “ouve” de fato é o seu cérebro. O ouvido, tem a função de captar as ondas sonoras e transmiti-las ao cérebro. Que vai ser o responsável pela decodificação e interpretação sobre determinado som.

 

2) Interfere na sensação de sabor dos alimentos

 

Ainda tratando da relação orelhas-cérebro, uma das funções das orelhas é justamente passar sinais de sabor ao cérebro. Isso acontece graças ao nervo conhecido como corda do tímpano, que você provavelmente já ouviu falar.

Esse nervo transpassa a região central da orelha e conecta a língua e o cérebro. É por isso que a orelha pode afetar potencialmente a forma como sentimos o sabor dos alimentos que ingerimos, ainda que certas doenças ou cirurgias na região da orelha possam alterar o paladar.

 

3) É o primeiro sentido humano

A audição é o primeiro sentido a se desenvolver, com 16 semanas de gestação, o bebê já consegue ouvir a voz da mãe e alguns barulhos.

 

4) Capta sons variados

 

O ouvido humano é capaz de detectar uma grande diversidade de sons, variando de 20 a 20.000 Hertz. Ou seja, desde um ruído mínimo, como o incômodo que um pernilongo faz de madrugada até o barulho alto de um avião a jato.

 

5) É extremamente sensível

 

Apesar dessa capacidade de captar barulhos baixos e altos, vale lembrar que o sistema auditivo é extremamente sensível.

O som alto, explosões e o uso constante de fones de ouvido, por exemplo, podem causar a perda irreversível da audição.

Por mais prático que pareça, esse acessório pode comprometer a sua saúde auditiva. Depois de uma hora usando fones de ouvido, o número de bactérias na região vai aumentar 700 vezes – se o seu ouvido coça demais, pode ser que você tenha contraído algum tipo de infecção. Então o melhor é evitar o uso de fones e não se expor a barulhos altos.

 

6) A limpeza pode ser prejudicial

 

Usar cotonete para limpar a parte interna do canal auditivo pode ser extremamente prejudicial. Primeiro porque pode causar lesões e infecções e segundo porque você estará retirando a única proteção natural que o seu ouvido possui, a cera.

Na verdade você não precisa – nem deve – usar cotonetes. Seus ouvidos se limpam sozinhos. É por isso que aquela quantidade absurda de cílios está lá: para expelir a cera que seu ouvido produz.

 

7) Funciona 24h por dia

 

Mesmo quando você dorme, seus ouvidos continuam a trabalhar, ouvindo todos os barulhos do ambiente. A diferença é que seu cérebro desliga a maioria dos receptores dos sons para que você possa dormir tranquilamente e só desperta ao ouvir um barulho realmente alto.

 

8) O zumbido é um sintoma

 

O zumbido no ouvido pode ser um sinal de algum problema de saúde que não necessariamente tem a ver com a audição. Isso porque o zumbido pode estar relacionado a mais de 200 causas diferentes. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o zumbido afeta 278 milhões de pessoas em todo o mundo.

 

Gostou das curiosidades? Então fique ligado no nosso blog e acompanhe nossas matérias!

 

5 MITOS SOBRE APARELHOS AUDITIVOS

Fique por dentro dos mitos que existem sobre aparelhos auditivos!

1 – Não é necessário para pessoas que tem perda auditiva leve

Independente do estilo de vida de cada pessoa, a audição é um sentido fundamental para o desenvolvimento profissional e social. Assim como a perda auditiva grave, a perda auditiva leve deve ser levada a sério, ela é uma deficiência e pode ser atenuada. Para cada caso existe um aparelho auditivo específico. Escutar “um pouco” menos pode gerar obstáculos desnecessários na carreira profissional e criar barreiras no convívio familiar. Procurar um especialista enquanto a perda é leve pode retardar a evolução para uma perda auditiva grave.

2 – A perda auditiva é relacionada à idade

A perda auditiva afeta pessoas de todas as faixas etárias. Imaginar que só a “terceira idade” é afetada por problemas auditivos é um erro bem comum. Uma pesquisa realizada pela OMS (Organização Mundial de Saúde), revelou que cerca de 360 milhões de pessoas sofrem com algum tipo de perda auditiva. Em países desenvolvidos, mais de 43 milhões de pessoas, entre 12 e 35 anos, já sofrem de surdez. Um dos fatores que está colaborando para esse aumento de casos entre os jovens é o uso inadequado dos fones de ouvido.

3- Impede que a pessoa use o celular

Atualmente existem vários aparelhos auditivos e acessórios que permitem conectividade através da tecnologia bluetooth, o que facilita muito o dia a dia do usuário. O som da televisão, músicas e ligações telefônicas podem ser transmitidas diretamente ao aparelho auditivo, sem complicação ou desconforto.

4 – Aparenta que a pessoa é “velha” e “deficiente”

Quem usa óculos parece mais “velho” ou “cego”? Claro que não! A mesma lógica deve ser aplicada ao uso de aparelho auditivo. Esse preconceito, que muitas vezes parte do próprio usuário, precisa ser eliminado. Os aparelhos evoluíram muito em termos de design e conforto e sempre é preciso compreender que os benefícios do aparelho auditivo estão muito além das questões estéticas.

5- Restaura totalmente a audição

Os aparelhos auditivos não são capazes de resolver totalmente os danos da audição, mas proporcionam ao deficiente auditivo uma amplificação sonora, dessa forma permite que ele ouça melhor.

 

Gostou? Então compartilhe!
Fale conosco